GUIA 4 RODAS DO POBRE

COMO SOBREVIVER NA ESTRADA DA FÚRIA COM BAIXO ORÇAMENTO


MAD MAX: ESTRADA DA POBREZA
Vou tirar agora a poeira deste que é um dos mais antigos objetivos de texto que tinha aqui no blog mas a preguiça nunca me deixou realizar: Criar uma espécie de "GUIA QUATRO RODAS DO POBRE", onde darei dicas e dividirei experiências de como adquirir, manter e conservar um automóvel funcional e viável visando manter o mais baixo custo possível dentro dos padrões de quem quase não tem onde cair morto, ou seja, da maioria dos brasileiros, ou pelo menos daqueles que se dão conta disso.

Sei que muitos vão dizer que ônibus é mais econômico, polui menos e que os pinguins e ursos polares estão morrendo, mas a vida com um carro tem sua qualidade elevada e seu tempo economizado de maneira muito grande, e pra quem trabalha ou estuda longe então nem se fala. Deal with it.

Em relação a veículos minha filosofia é: "É o carro que deve me carregar, e não o contrário." portanto partem daí meus esforços em não deixar que os gastos com um veículo me tornem um escravo que trabalhará apenas para sustenta-lo, como é o caso de milhares de Chimpas (termo técnico originado das palavras "chimpanzé" e "brasileiro" que utilizarei de agora em diante para me dirigir ao brasileiro medíocre comum) que ganham salário mínimo e querem ostentar carro novo na garagem, enquanto na geladeira só tem água e ovo, pagam aluguel e fazem seus filhos almoçarem macarrão com salsicha na escola e dormir num bicama na sala dividindo o mesmo lençol.

Antes de mais nada quero deixar claro que isso não é uma crítica à quem pode comprar um carro zero e arcar tranquilamente com todas as suas despesas EXORBITANTES, como IPVA, seguro e manutenções obrigatórias que se não realizadas levam a perda da garantia. A ideia de ter um carro velho vem das vantagens que isso pode trazer em relação aos gastos, pois um carro velho e bem cuidado pode ser utilizado como meio de transporte e chegar, gastando pouco, a qualquer lugar que um carro novo e de custo elevado também possa.

Mas se é pra economizar então por que não uma moto, que tem um valor muito mais baixo, menores impostos e consumo de combustível infinitamente menor que um automóvel?

A reposta é simples: Apesar de admirar a beleza, versatilidade e economia das motos pra mim andar de moto é o mesmo que andar montado num caixão com rodas, apenas esperando a tampa dele fechar a qualquer momento. Mas em todo caso, se você dispor de uma coragem digna de um Kamikrazy e estiver disposto a chegar aos portões de Valhala mais cedo, lhe desejo sorte e uma morte espetacular.

Antes de mais nada vamos fazer algumas contas básicas (e porcas) para fazermos a comparação entre os custos de se adquirir um carro 0km em relação a aquisição de um carro com 20 anos de uso.

-Porra Tirano, um carro de 20 anos? É o carro dos Flintstones essa porra?

Explico: Um carro se torna isento do gasto com IPVA, (que é bem alto para um pobre quando o carro é novo ou seminovo) caso atinja uma idade entre 10 anos em alguns estados até 20 anos em outros

Lembram que nosso objetivo é gastar pouco? Como moro em São Paulo e aqui é o estado em que mais se paga impostos e a população é feita de burro de carga então lógico que aqui a isenção só acontece após 20 anos da fabricação. Mas por outro lado, se você morar no estado do Acre por exemplo, seu carro se "aposenta" do IPVA com 10 anos de fabricação! Olha que maravilha! Assim se você morar lá até poderá ter um carro bem mais novo (um modelo 2007 por exemplo) e melhor para fugir dos Dinossauros enquanto vai visitar sua namorada na tribo vizinha.

Vamos aos números:


Observações importantes: 

-As comparações foram feitas entre um Gol 1.0 ano 2016 e um Gol 1.6 AP. ano 1996 por este ultimo ser o modelo que possuo.

-É muito desvantajoso comprar um carro novo, ainda mais se for à prestação, pois além da entrada que em muitos casos daria  para quitar um carro velho ainda tem as parcelas que no final, se somadas com seus juros, dariam pra comprar quase
 outro carro novo. 

-A diferença na motorização (1.0 / 1.6 AP.) se dá pelo motor AP. ser conhecido por sua durabilidade e baixa necessidade de manutenções. (menos $ jogado fora)

NA HORA DE ENGATAR A 1° PRA SUBIR 
O MORRO E CHEGAR NO BARRACO
-É lógico que essa diferença de motorização faz diferença no consumo de combustível, pois o 1.0 2016 faz 14km/l na estrada e o 1.6 1996 AP faz 11km/l na estrada, logo ou o 1.6 vai andar menos ou ter que abastecer mais para cobrir a mesma quilometragem, tendo uma queda de 22% no rendimento, compensado é claro, pela potência maior.

-Percebam que um dos valores de manutenção do carro velho está incógnito, pois isso vai depender tanto do cuidado do dono quanto do estado inicial em que o carro estará no momento da compra, que será discutido mais a frente.

-Não foi incluído também os gastos com transferência e vistoria do carro antigo, assim como também não foi incluído o emplacamento e documentação do carro novo pois podem variar muito, desde grátis no caso do veiculo novo até cerca de 1000  também no caso do novo. Já no caso do usado muito provavelmente não vai sair de graça (se disserem que saiu de graça já embutiram no valor total do carro e você pagou do seu bolso mesmo e ainda todo felizão), mas o valor máximo é bem mais baixo que do novo.

-Não foi adicionada à tabela a DESVALORIZAÇÃO MONSTRA E VIOLENTA que carros novos recebem assim que saem da loja e a cada dia/quilometro que passa só piora, tornando o negócio pior ainda. E isso é um fator muito importante, já que você vai ver seu belo carro novo na garagem enquanto vê se esvaindo toda a grana suada investida.

-Não foram adicionados ai valores de seguro, pois podem variar enormemente de cerca de 1300 a 2200 Reais, sendo que tanto o perfil, quanto idade, localidade, sexo e recursos oferecidos pelo plano de seguro contra furtos como guincho e carro reserva disponível influenciam no valor real. E é claro que existe também a arriscada opção de deixar o veículo sem seguro, muito arriscada para veículos novos, mas que pode ser uma opção, ainda que também arriscada, para veículos velhos que tenham donos que dirijam de maneira defensiva e que tenham ao menos um lugar para guardar o veículo em local seguro evitando furtos. Eu mesmo já paguei 4 anos de seguro caro (valor somado que daria pra comprar outro carro igual) e depois larguei mão e já estou a 4 anos sem, ou seja, já poupei assim dinheiro suficiente para comprar outro caso o pior aconteça. Nunca fui roubado, por deixar o veiculo sempre em lugares razoavelmente seguros, nem causei nenhum acidente, por ser cauteloso ao volante, nem fui vítima da imprudência de terceiros, apesar de ter plena consciência de que SORTE não dura pra sempre e que o prejuízo de um furto ou acidente podem ser elevados.

-Essa tabela serve apenas para uma referência bem porca. Não venham me encher o saco exigindo precisão científica nos cálculos, caralho!

ESQUECE ESSE MUNDO FILHÃO... ESQUECE...
FUTILIDADE E PANICAT É SÓ PRA QUEM PODE PAGAR

Mesmo com estes adendos vemos então que a diferença de valores entre a aquisição de um carro Novo em relação a um carro tido como velho é absurda! O valor é quase 3x maior (isso pq coloquei o preço à vista, pois à prestação seria umas 5x maior) quando se trata de adquirir um 0km! É lógico que em contrapartida além do valor monetário uma outra coisa que muitos Chimpas brasileirinhos valorizam é o Status Social que um veículo pode proporcionar, e é lógico que um carro com cheirinho de novo, pintura impecável e design atual eleva o valor desse status muito mais que um carro antigo, com design no mínimo ultrapassado, sem glamour interno e com a pintura muitas vezes nem tão brilhante e chamativa que fica muito abaixo neste quesito.

Mas você deve colocar uma coisa na sua cabeça de uma vez por todas se é que ainda não colocou: VOCÊ É POBRE.

Se por acaso você realmente se importa tanto assim com o que as outras pessoas vão pensar, como por exemplo aquela gatinha interesseira que você tanto quer impressionar ou acha que seus amigos vão lhe rebaixar ou humilhar, saiba de uma coisa: Tanto você é um jumento que quer aparentar algo que não é, possuindo coisas que não pode sustentar, quanto seus "amigos" e supostos interesses passionais são de péssima qualidade e você deve se livrar deles se não quiser  ser mais um Chimpa imbecil e endividado até a alma.

Dito tudo isso e supondo que você optou por não ter que trabalhar os próximos anos só pra pagar parcelas e impostos, vamos às dicas de compra, manutenção e utilização do seu meio de transporte:

A COMPRA


SELEÇÃO DE VEÍCULOS ANO 1996 (20 ANOS) ISENTOS DO IPVA

(LEMBRANDO QUE UNO TAMBÉM É CARRO UAHAUAH)

Antes de mais nada não esqueça de pesquisar com quantos anos seu veículo se aposenta do IPVA no seu estado.

A primeira estratégia seria tentar comprar um carro dentro daquilo que você pode pagar à vista (incluindo a papelada de transferência e vistoria) de algum parente ou conhecido de longa data, pois através do caráter do vendedor você terá ideia das condições do carro. Se o cara for do tipo honesto e zeloso com suas posses fique tranquilo (principalmente se for idoso e primeiro e único dono do veículo). Só evite fazer negócio com parentes que tem o costume de jogar as coisas na cara, pois qualquer reclamação posterior à venda vai dar treta, certeza.

O momento da compra é  de suma importância. Eu diria até que é o que vai definir se você irá ficar tranquilo usando sua caranga nos próximos anos ou já vai começar passando raiva já na largada e gastar mais um bocado de dinheiro. Neste momento, caso você não tenha conhecimento em mecânica automobilística, será necessária a companhia de alguém que tenha, pois comprar um carro sem saber avaliar com precisão em que condições ele se encontra é um tiro no testículo. Você vai urrar, morder os lábios e chorar como nunca.

NÃO TEM RAÇA MAIS CARA DE PAU E PILANTRA
QUE VENDEDOR, SEJA DO QUE FOR
Procure um mecânico de confiança ou algum amigo que manje bastante  e evite a qualquer custo amigos que "acham" que conhecem de carro só por terem assistido Velozes e Furiosos, pois no fim, se der merda o prejuízo vai ser só seu e não do seu amigo metido a Vin Diesel de araque. A estratégia aqui é utilizar esse conhecimento afim de fazer um Test Old (teste drive de carro velho), ou seja, dar uma volta com o veículo, COM O SOM DESLIGADO E AS JANELAS FECHADAS PELO AMOR DE DEUS, e procurar ouvir seus ruídos, sentir seu amortecimento, freagem e aceleração em busca de perceber se existe algo comprometedor que poderá causar transtorno e prejuízo num futuro a curto e médio prazo. Outra coisa importante também a se fazer é abrir o capô e verificar mangueiras, cabos, bateria e possíveis vazamentos que sempre deixam seus vestígios e podem ser um péssimo sinal, assim como avaliar as condições do espaço interno.

Caso o vendedor não autorize que você teste o carro completamente e a seu bel-prazer mande ele tomar no cu e vá embora. Desconfie também se ele for daquele tipo ultra falador, que fala pra caralho e não te deixa fazer perguntas, tentando te induzir à compra e contando mil e uma vantagens sobre o veículo, tentando fazer com que ele pareça a ultima Coca-Cola do deserto. Carro é o que mais tem no mundo, velho então nem se fala. Até pelo fato de que na hora de vender eles são uma flor, mas quando você precisa deles depois desaparecem e te tratam como lixo.

OBS: Antes de comprar veja se vai ter onde guardar. Se tiver uma garagem com vaga disponível ótimo. Se tiver que alugar uma não vai pagar menos que 100,00 por mês, que dá 1200 por ano. Deixar na rua, principalmente se não tiver seguro é fria pelo risco tanto de roubos quanto de batidas de quem estiver passando. Pouco tempo atrás um carro igualzinho o meu foi atingido pela queda de uma árvore gigantesca digna daquela do filme do Rei Leão e teve perda total, e claro que o dono não tinha seguro né. Merda acontece.

APARÊNCIA E PERIFÉRICOS

Essa parte é fácil: Carro de pobre não deve ter exageros, tanto para diminuir os gastos quanto para não passar vergonha. Muitos dirão o clichê "Gosto é gosto" e isso realmente é verdade, mas isso não impede de que alguns gostos sejam péssimos. Fora que estamos focando em economia máxima para manter o luxo de poder ter e andar num carro discreto a hora que quiser, que é melhor que esperar na chuva pra andar em busão lotado.

-Nada de rodas maiores que aro 13" e no máximo um jogo de calotas (as minhas rodas de ferro são pintadas com spray preto mesmo e foda-se, se ralar é só pintar de novo), pois caso contrário além do gasto com as rodas que são caras você ainda vai sair ralando ela nas guias e estragar tudo, além é claro que se as rodas forem maiores os pneus serão mais caros numa futura troca. Lembre-se, além de pobre você dirige um carro e não um trator.

-Rebaixar é apenas um gasto alto e extremamente desnecessário, além de ficar ridículo e ter que ficar passando de lado nas lombadas. Se você gosta ou tem carro rebaixado, além de eu não saber o que você está fazendo aqui saiba que você é um debiloide exibicionista que só atrapalha os outros achando que está arrasando. Quer andar de carro baixo compre um carrinho de rolemã e vá descer ladeira.

NÃO BASTA SER POBRE, TEM QUE SER RIDÍCULO

-Se for escurecer os vidros procure insulfilme permitido pela lei, pra não ficar correndo risco de tomar multas, o guarda fazer você arrancar na unha ameaçando apreender o veículo ou os documentos ou então ser metralhado em alguma blitz da polícia caso estejam procurando um veículo fugitivo com as mesmas características do seu. O escurecimento permitido é 25% no para-brisa, 30% nas laterais dianteiras, 72% nas laterais traseiras e no vidro da tampa do porta malas. Quando era inexperiente mandei um colega meu colocar e ele lacrou os vidros do carro de tal maneira que a noite é quase impossível dirigir se a iluminação da rua for baixa. A porra ficou parecendo um batmovél de bandido e até hoje corro risco de tomar esculacho e multa de guardas, então pretendo trocar em breve.

-Deixar os vidros sem escurecimento é uma opção mas também pode atrair filhos da puta interessados em objetos no interior do veículo.

-Caso você seja mais jovem e queira dar ao veículo um ar menos de tiozão, aerofólios e saias laterais devem ser utilizados com o máximo de bom senso e discrição, o mínimo possível tanto para reduzir os gastos quanto para não parecer ridículo. Nada de para-choques personalizados, mascara nos faróis, neon embaixo do chassi, tapetes coloridos, insulfilme colorido ou espelhado e nunca, nunca, nunca nunca, nunca encha de adesivos. Você não está dirigindo um Hotwheels.

ECONOMIA: MANUTENÇÃO E CONSUMÍVEIS 


HORA DE ECONOMIZAR MAIS DO SEU SUADO DINHEIRINHO!

Quando falo em manutenção não estou querendo dizer apenas quando o veículo quebra, mas também sobre MANUTENÇÃO PREVENTIVA, que é de fato a mais importante, já que é ela mais barata e é o que irá manter seu carro longe de mecânicos ruins e seus bolsos longe da bancarrota pelo maior tempo possível.

Combustível
- Carros antigos tem motores mais confiáveis e duráveis, porém são menos econômicos. Deixar o tanque sempre cheio ou com no mínimo a metade de combustível evita que ele evapore, causando um maior aproveitamento e economia e também evita que a bomba de gasolina trabalhe com esforço excessivo, que pode queima-la, não apenas dando prejuízo com a troca como também te deixando na mão no meio da rua. Procure se possível abastecer sempre no mesmo posto e de preferencia algum que seja próximo para economizar o combustível (ou abasteça quando já estiver indo fazer alguma outra coisa para aproveitar a viagem) e conhecido, pois assim você tem meio que uma garantia de que o combustível tem o mínimo de qualidade e que não causará problemas. Evite postos desconhecidos em lugares desertos, pois eles sabem que você vai abastecer e nunca mais voltar para reclamar, até pelo fato de que os efeitos da gasolina ruim só se fazem notar muito tempo depois do abastecimento e você não vai ter muito como provar que o problema foi com a gasolina de lá. Planeje muito bem seus roteiros, principalmente nos finais de semana quando for resolver seus problemas, pagar contas ou dar um rolê, pois ficar dando voltas a esmo indo e voltando vai jogar toda sua economia pelo ralo.

Óleo (Verificação semanal)
- Troque o oléo e o filtro de óleo do seu carros sempre conforme a orientação da embalagem, normalmente 5.000 ou 10.000 km e verifique sempre o nível e procure por indícios de vazamentos como gotas no chão do lugar onde fica estacionado o carro, manchas ou respingos de óleo nas mangueiras ou outras partes do motor. Já tive prejuízos imensos por ter deixado o mesmo óleo quase 1 ano no veículo e não ter verificado o nível por puro e simples desleixo fazendo com que o carro estivesse rodando praticamente sem lubrificação. O prejuízo mais recente foi de cerca de 1200 reais, pois o carro esquentou além do limite e até descobrir que foi a junta do cabeçote que havia queimado por excesso de temperatura foram trocadas muitas outras peças que não tinham nada a ver com o problema. Poderia ter sido muito pior caso tivesse fundido o motor e precisasse fazer a retífica completa que não sai por menos de $3.000 Dolares Bisonianos.

Água (Verificação semanal)
- Assim como o óleo, deve estar sempre no nível correto e vazamentos devem ser descobertos rapidamente pois o prejuízo de rodar com o carro sem refrigeração suficiente também pode ser imenso. Se ao adquirir o carro ele veio com aditivo na água do radiador continue colocando para completar, mas caso ele nunca tenha usado ou esteja sem a muito tempo NUNCA COLOQUE! O aditivo evita evaporação, mantendo assim mais água rodando no sistema e portanto com a temperatura mais controlada e mais difícil de ferver, porém a temperatura nunca deve ultrapassar o limite no marcador de +/-90° em carros á gasolina, podendo variar dependendo do carro, mas também remove a ferrugem do sistema de resfriamento, porém se seu carro nunca tiver usado aditivo quando ele passar pelo sistema sairá arrancando e diluindo toda a ferrugem e poderá causar vazamentos, pois muitas vezes é a ferrugem que está tampando estas passagens que podem se tornar fugas do líquido .

Fluido de Freio
- Óbvio que deve estar no nível, sempre. Poste não é de borracha.

Escapamento
-Em hipótese alguma ande com um escapamento furado, isso fará com que você gaste muito mais combustível do que deveria para andar a mesma quilometragem. Meu carro que faz 11km/litro estava fazendo menos de 8km/litro em uma época que o escapamento furou e eu não tinha esse conhecimento. Fui fazer as contas e vi que a gasolina que dava pra uma semana (50 conto) não estava durando nem até a quinta feira pelo fato do escapamento estar parecendo um queijo suíço. Até onde pesquisei isso tem a ver com a contra-pressão dos gases, que se perdida reduz o rendimento do veículo drasticamente. Até mesmo um pequeno furo pode causar prejuízo. O sintoma de um escapamento furado é o barulho bem maior do escape com o veículo em movimento e seu marcador de combustível caindo como um meteoro. Procure algum lugar minimamente de confiança e barato dentro do possível e substitua a parte furada imediatamente. É um gasto momentâneo que irá evitar que a longo prazo você gaste bem mais!

Pneus
- Mantenha seus pneus em bom estado e troque assim que os sulcos estejam muito pouco profundos. Já quase bati meu carrinho num Corolla zero quando fui frear numa ladeira, o chão estava úmido de garoa e o trêm saiu deslizando de lado, sorte que não bateu por 1 milímetro (gelei). A estretégia que utilizo é a seguinte: Geralmente os Pneu da frente gastam primeiro pois é onde existe a tração, então descarto eles e remanejo os de trás menos gastos pra frente, então compro novos e coloco atrás e assim sucessivamente. Caso for usar remold (remoldados/ reciclados) pra economizar use apenas nos traseiros, compre em local e de marca confiáveis e apenas se não for fazer nenhuma grande viagem ou andar em altas velocidades. Assim se furarem ou se explodirem pelo menos você não vai perder o controle do carro. Como já foi dito mantenha rodas de aro menor pra economizar nos pneus, pois os maiores tem preços absurdos. Mantenha um estepe minimamente digno pra não tomar comida de rabo de policial nem multas.

Bateria
- Se você seguiu todas as dicas de frugalidade até aqui com certeza não tem um carro com um sistema de som de trio-elétrico do carnaval da Bahia que vai descarregar a bateria em meia hora de uso. Verifique sempre se não deixou o rádio, a luz interna ou as lanternas acesas ao desligar o veículo. Procure ter também sempre a mão um cabo de bateria para eventuais emergências e recarga. Pode ser encontrado facilmente e bem barato, basta pesquisar.

Cabos de Embreagem e Acelerador
- Por precaução tenha guardado no carro um cabo extra de Embreagem e outro de acelerador. Vai gerar um custo inicial mas vai poupa-lo da raiva de ficar no meio do mundo com um desses cabos rompidos e sem poder movimentar o carro, tendo que pagar um guincho e sendo xingado caso o carro pare em local de fluxo. Meu cabo de embreagem já rompeu do nada e só não me fodi por ter passado um conhecido logo em seguida que me levou até a auto-peças mais próxima. A troca é fácil e você mesmo pode fazer, basta ver algum vídeo no Youtube.

Lavagem e limpeza

JÁ FALEI PRA ESQUECER ESSA PORRA CARALHO!
NESSA HORA NÃO APARECE NEM UMA PRA AJUDAR...
MUITO MENOS DESSE JEITO, ACORDE!

-Dependendo da cor do veículo (prata demora mais pra parecer sujo) e do lugar onde vive ou trabalha precisará lava-lo entre 10 e 15 dias. Já trabalhei quase em frente a uma fabrica de cimento, então lavava o carro no sábado e quando chegava segunda na hora do final do expediente já tinha uma camada de poeira da espessura de um dedo em cima do carro... Quando for lavar tente usar um balde para economizar água ou se tiver disponível use aquelas lavadoras de alta pressão, a famosa Wap ou similares, para economizar na água. Utilizar cera automotiva faz com que a pintura fique muito mais brilhante e a poeira não grude, elevando bem mais o tempo que o carro ficará limpo, mas passar a cera no carro todo demora pra caralho e é cansativo e aquelas ceras líquidas não são a mesma coisa. Outra coisa de suma importância se você não quiser foder completamente com a pintura do seu carro é nunca, jamais utilizar sabão em pó ou detergente comum para fazer a espuma de ensaboar. Já fiz isso, e como não deu nenhum problema nas primeiras vezes continuei usando com preguiça e miséria de comprar o shampoo adequado e com o tempo devido a abrasão excessiva e a exposição direta ao sol a tinta do teto do meu carro e da parte superior das laterais começou a desbotar e formar manchas e hoje meu carro parece que tem vitiligo... Tomei no cu grandão, pois uma nova pintura completa e de qualidade não sai por menos que 3.000 fucking reais. A limpeza interna é simples, basta um aspirador de pó nos bancos, uma àgua nos tapetes de borracha e uma passada de pano no painel pra tirar a poeira. Secagem é opcional, não costumo perder tempo, dou uma volta no quarteirão pra cair o excesso de água e guardo ele assim mesmo, mas seca rapidão. Aproveite a oportunidade e já faça a checagem dos outros itens já citados também.

Mas, e se quebrar!?
Ah, meu amigo, ai é a hora de ter paciência, calma e não entregar o carro pra qualquer um mexer. Um mecânico meia boca pode fazer você trocar diversas peças desnecessárias até chegar ao problema real. Procure indicações de pessoas com mais tempo de volante e que tenham um perfil cuidadoso. Mais que isso é só rezar, seja seu carro velho ou novo.

---

Bom, como viram é coisa pra caralho para observar e tomar cuidado, mas se você não for um relaxado, que só deixa pra tomar atitude depois que já se fodeu, conseguirá economizar bastante e manter seu veículo sempre funcionado e bem apresentável, mesmo sendo um modelo ultrapassado. Tenha em mente que um carro deve lhe trazer economia de tempo e facilidades, não o contrário. Caso veja que não pode arcar com os custos e os cuidados contente-se com o bom e velho ônibus mesmo.


ACHA QUE EU ESQUECI ALGUM DETALHE OU TEM MAIS DICAS DE ECONOMIA? DEIXE NOS COMENTÁRIOS!





Sem mais
De seu lorde e senhor
Tirano


Obs:
-Estou decidindo ainda a data e horário fixo das próximas postagens semanais. Estou pensando em algo entre sábado ou domingo meio dia.

12 comentários:

  1. Tava olhando uns carros esses dias e esse texto veio muito a calhar. Tava com o pé atrás em relação a carro velho, mas depois da leitura somado ao fato de que não tenho dinheiro pra gastar num carro novo, me fez pensar nos modelos mais antigos. Andar de ônibus lotado ta foda, trabalho de dia e à noite vou pra faculdade, então pretendo seguir as dicas pra adquirir meu primeiro carro. Agradeço muito e que continue escrevendo textos assim, são de utilidade pública.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa sorte! Que Immortan Joe abençoe você e seu veículo no mais puro e brilhante cromo!

      Excluir
  2. Usar aditivo nao diminui a temperatura do sistema, e sim aumenta a temperatura em que o liquido entra em ebulicao assim ficando mais dificil de ferver.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, me precipitei e vou corrigir! Isso evita evaporação, mantendo assim mais água rodando no sistema e portanto com a temperatura mais controlada, como você disse, mais difícil de ferver. Porém a temperatura nunca deve ultrapassar o limite no marcador de +/-90° em carros á gasolina dependendo do carro, independente de ter fervido ou não (fumaçado o capô).

      Excluir
  3. Tirano, qual carro você indica? Gol mesmo?
    Na minha familia tem um gol 1.6 ap, é o gol bola ano 97/98.
    Ele ta com 90 mil km, corre pra cacete. Coloquei vidros e travas elétricos, troquei a manopla por uma tradicional (não esportiva) e troquei as capas do banco que estavam rasgadas. O carro voa na estrada, mas duas coisas me incomodam MUITO nele.
    1. Não tem ar condicionado, sofro muito com isso.
    2. A acústica dele é um lixo. Tenho vontade de mandar forrar com manta acústica.
    Mas levando em conta tudo isso, o carro ainda é da minha família e não meu.
    Qual carro você acha que eu deveria pegar pra mim? Queria um nesse estilo mesmo, mas mais completinho...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, como já disse tenho um praticamente igual, mas ano 96 e estou plenamente satisfeito. Ele está com uns 170 mil km, quase o dobro desse que você citou e fora as manutenções normais está perfeito. Ar condicionado realmente é uma pena não ter, passo pelo mesmo. Bem que poderia ter aquele sistema de ar igual do gol quadrado, com os vidros da porta que se inclinam pra dentro e jogam um tufão de ar no nosso peito uahuahau! Já em relação ao som também não ligo muito, (se bem que vc pode estar falando dos ruidos dele em movimento, que também me irritam mas é típico de veículo antigo e "endurecido"), escuto musica só pra mim mesmo, volume baixo, inclusive nem tenho os falantes traseiros, só os das portas dianteiras mesmo e já está ótimo pra ouvir musica clássica na ida pro trabalho e os noticiários na volta, ou então outras coisas em MP3 por pen drive. Por ter uma boa experiencia com o que possuo indico para qualquer um que queira um veículo frugal e funcional, desde que sejam observadas as coisas que citei, principalmente no momento da compra que é onde mora o perigo de tomar bucha.

      Abraço!

      Excluir
    2. Entendi! Pois é cara, eu tava falando dos ruídos! não ligo pra som potente nem nada disso, mas se pego uma rua esburacada ou de paralelepípedo o carro fica extremamente barulhento!

      Vou dar uma olhada em um gol mesmo, lendo seu artigo percebo que é o que menos vai me trazer dor de cabeça caso eu queira achar peças.

      Sobre a manta acústica ela da uma ajudada nesse problema da acustica e no da temperatuda também. Da pra você mesmo instalar com facilidade, embora leve tempo, da uma olhada no final desse link o material reflexivo:
      https://www.flatout.com.br/project-cars-165-o-desafio-da-mudanca-de-cor-do-meu-citroen-c4-vts-e-os-detalhes-do-acabamento/

      Mudando um pouco de assunto, às vezes não te da uma vergonha de andar com um carro desses? Digo isso porque mais de uma vez já vi gente olhando feio/julgando meu carro. Talvez este seja o preço da frugalidade...

      Excluir
    3. Valeu pela dica sobre a manta, vou dar uma olhada e pensar a respeito! O barulho só começou a me incomodar depois que andei em carros mais novos e notei como são silenciosos... É aquele papo de que após testarmos ou vermos algo melhor não damos mais tanto valor e achamos defeitos naquilo que temos em mãos e anteriormente parecia satisfatório. Pensando bem agora, já que tocou no assunto, dependendo do nível de isolamento acústico da manta isso pode impedir que você ouça ruídos que podem indicar o inicio de problemas que se resolvidos no início evitam maiores prejuizos... Olha, sobre vergonha, eu nunca tive, pois sou bem desapegado do ego nesse sentido, mas tenho plena consciência que isso tem um impacto no que as pessoas pensam, principalmente se tratando de mulheres. Mas consigo ver isso como uma vantagem "tática" já que assim não me torno um imã para interesseiras nem chamo tanto a atenção de ladrões que podem me dar um tiro na cara na tentativa de levar o veículo. Frugalidade é um dos caminhos no combate ao ego.

      Excluir
  4. Bom dia Tirano.

    Tenho um gol bola 99 e gosto muito dele, porém ele faz barulho de carro velho, tipo de fusca sabe?

    Troquei o escapamento e deu uma diminuída, mas o barulho vem do motor mesmo. Não é nada demais, tipo MUITO alto, mas queria que ele não fizesse esse barulho de carro velho. Você sabe alguma coisa para deixar ele com um barulho mínimo, tipo como se fosse carro semi-novo (máx. 5 anos)?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha cara, o escapamento influencia se estiver furado, mas como vc diz que o barulho vem do motor pode ser a correia do alternador, como pode ser visto neste vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=9IU4x560Xbo
      Mas caso esteja tudo correto e seja apenas um barulho normal existe uma espécie de manta acústica que ajuda a reduzir a penetração de barulhos externos pra dentro do veículo, conforme a dica que foi dada pelo Burguês Inglório no comentário anterior ao seu com este link:https://www.flatout.com.br/project-cars-165-o-desafio-da-mudanca-de-cor-do-meu-citroen-c4-vts-e-os-detalhes-do-acabamento/

      Espero ter sido útil, e qualquer novidade nos atualize por aqui!
      Abraço!

      Excluir
  5. No poster vc só falou de modelos compactos...
    Quis modelos sedans ou esportivos vc recomendaria?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como o post era sobre economia não indiquei nenhum sedã pois costumam ser mais caros e muitas vezes ser apenas um reflexo do ego de quem compra de querer um carro grande pra aparecer, pois o espaço interno de porta malas não compensa o valor a mais na compra, pelo menos não no uso do dia a dia, quem sabe apenas em uma viagem ou outra onde se leva muita bagagem.

      Excluir

*OBSERVAÇÕES SOBRE OS COMENTÁRIOS
-Comente! Sua participação incentiva o autor, e além disso sabemos que você não esta fazendo nada mesmo, né...
-Se for comentar como anônimo crie ao menos um pseudônimo para se identificar no final do comentário.
-Seu comentário será liberado e respondido assim que aprovado.
-Comentários ininteligíveis ou apenas com a intenção de ofender o autor do texto ou algum outro comentador serão ignorados. Nem tente.
-Os comentários e opiniões são de total responsabilidade de quem os postou. Tenha moderação e educação para não se foder depois.
-Lembre-se que vivemos na era do mimimi e do "Vou te processar!".