RAMBOS DO TECLADO

QUANDO OS VALENTÕES VIRTUAIS ATACAM !
RÁTÁTÁTÁTÁTÁ [ENTER]
Bom, como tenho anunciado aos 4 ventos feito um trouxa voltei aos escritos aqui no blog pretendendo manter uma periodicidade semanal, sempre por volta da sexta feira/sábado, mesmo depois de um hiato de  cerca de 2 anos apenas com textos esporádicos e maior atividade apenas lá na página do Facebook.

Nas duas ultima semanas foram postados 2 novos textos, e um deles até foi publicado num dos agregadores de blogs dos quais participo tendo em um único dia mais de 2 mil acessos, coisa que para a internet como um todo é irrisória, porém para um blog pequeno e desconhecido como esse é muito. Junto com estes acessos me vi novamente em uma situação que há muito tempo já não me deparava por aqui: ler os comentários e modera-los antes de autorizar a publicação, e logo me voltou o antigo desagrado de me deparar com comentários escrotos com relação aos textos que produzo. 
Obviamente devido ao grande numero de acessos de pessoas que ainda não conheciam o blog em si muito menos este que vos fala, o Lorde Tirano, achei até compreensível o fato de que pelo menos metade das pessoas que comentaram não entenderam o espírito das coisas aqui escritas e muito menos meu estilo deveras escrachado de organizar e expor minhas ideias a respeito dos diversos assuntos. Eu não teria me incomodado em nada caso os comentários das pessoas que não entenderam/gostaram do que eu escrevi tivessem ao menos um mísero argumento, mesmo que falho, contra meu texto, porém não era isso que estava acontecendo...

Sinceramente quem lê os comentários aqui sabe que eu não fico de muito mimimi sobre isso, apenas dou a devida resposta expondo está falha ao indivíduo e encerro a conversa, porém isso me relembrou uma antiga ideia que eu tinha de escrever um texto exatamente baseado neste tipo de coisa, sobre como as pessoas na internet viram verdadeiros RAMBOS DO TECLADO quando resolvem tecer comentários, principalmente quando fazem isso de maneira ANÔNIMA.

"VALENTÃO ANÔNIMO"
O termo “Rambo do Teclado” não foi criado por mim. Nos primórdios de minha vida na internet, nos tempos paleolíticos do Orkut, quando participava de certas comunidades por lá conheci esse termo, pois era a forma de se referir a pessoas que postavam comentários cheios de ódio, ameaças e egolatrias nas discussões destas comunidades, principalmente devido a maioria usar perfis FAKE (perfis falsos, pra quem não fez cursinho de inglês pago pela mamãe) com fotos de personagens fodões de filmes, animes e vídeo games. Eu mesmo nessa época usava um perfil com essa mesma foto do Al Pacino que uso na página do Facebook e o nome de “Al Pacino – O Tirano” tanto para comentar lá quanto para me proteger de possíveis ataques que às vezes os integrantes dessas comunidades faziam a perfis pessoais de alguns desavisado que postavam por lá sem perfis alternativos. Esses ataques eram sempre muito covardes, zuando a pessoa, humilhando, bisbilhotando suas vidas e até pegando fotos do perfil e fazendo montagens escrotas pra espalhar pela internet e ridicularizar a vítima, e claro que tudo isso era feito por pessoas que escondiam seus perfis reais e se utilizavam desse anonimato para tocar o terror e barbarizar pelas internts sem sofrer as consequências de seus atos.

Estes ataques eram movidos a puro ódio e discórdia, UMA VERDADEIRA METRALHADORA DE OFENSAS PESSOAIS munida com todo tipo de Ad Hominens que se possa imaginar, desde ridicularizações físicas até comparações ao nazismo, misoginia e outras barbaridades sem os menores motivos plausíveis para isso. Bastava entrar numa discussão e dizer que era contra algo ali dito e pronto, já era um prato cheio pros anônimos fodelões se juntarem e organizarem uma verdadeira invasão de zoeira e loucuras contra a pessoa em questão... 

Sabe aquelas zoeiras de Playstation lá da página do Yudi do Bom dia e Companhia ? Aquilo ali é fichinha, brincadeira de criança.... Definitivamente eram tempos embaçados...

Voltando ao assunto, estes comentários que ocorreram nos últimos dias aqui me fizeram lembrar disso e refletir um pouco sobre as causas deste vírus que aparentemente torna os infectados automaticamente em seres detentores da razão, inteligência e justiça supremas, através de ofensas, comparações ridículas e questionamentos baratos, porém nenhum, eu repito, nenhum argumento. A intenção de quem age assim nunca é debater as ideias com trocas de argumentos para enriquecer o assunto, aliás o assunto pouco importa, mas sim criar o caos para humilhar o interlocutor e de alguma forma se sentirem superiores e aplaudidos, o que me leva a crer que o tipo de pessoa que faz isso é muito carente de atenção, se contentando até em se sentir superior sem ao menos mostrar a cara. Eu já ouvi falar em ejaculação precoce, mas quando vejo este tipo de coisa imagino que também deva existir ejaculação digital, pois a pessoa deve se derreter na cadeira após escrever um comentário esculhambando outra pessoa sem o menor motivo aparente, sem o mínimo de coerência, e o pior é que quando uma pessoa com tendência a se comportar desta maneira lê um comentário desse acaba caindo na tentação e fazendo o mesmo, transformando o ato numa verdadeira Ciber-Orgia, onde cada um deles em suas casas sentem orgasmos múltiplos ao atacarem um mesmo alvo ,e até formando grupinhos de concentração de hate, se organizando inclusive para fazer denuncias em massa à páginas, sites e até perfis pessoais com a intenção de derruba-los ou censura-los.

BONZINHO NA SOCIEDADE
MONSTRO NA INTERNET...
Sempre que recebo ou leio por ai comentários como estes não posso deixar de imaginar que podem ter sido escritos por pessoas que ninguém desconfiaria, como aquela velhinha simpática com a qual todos adoram conversar no final da missa no domingo, ou aquele garoto tímido e educado que todo mundo acha que é um santinho, mas quando se encontram sozinhos em frente a um computador se transformam em verdadeiros monstros venenosos espumando raiva e rancor, assim como no livro “O médico e o Monstro” em que o Dr.Henry Jekyll se transforma no monstro demoníaco chamado Mr Hyde, que não é nada mais que a exposição de seu lado negro antes escondido...

Teve até quem me acusasse de ser um cusão que nem assina os próprios textos, usando o pseudônimo Tirano, sendo que a própria pessoa estava comentando de maneira anônima...



Anônimo:
“o cara fala fala fala, igualzinho um nazista, só trocar os gays, feministas, e outros, por judeus, comunistas, ciganos, doentes mentais e etc, não passa de um fascistazinho nojento, sem coragem de por o nome de verdade nas coisas retardas q escreve....”

Isso tem lógica ? Apresentar argumentos sólidos que comprovem a acusação de nazismo nada né !?

QUEM DISSE QUE EU TAMBÉM NÃO
POSSO SER ESCROTO ?
Sobre o anonimato respondi a isso lá e volto a esclarecer aqui: Se não utilizo meu nome real é apenas para evitar ter que lidar e expor minha vida particular exatamente a este tipo de pessoa, cheia de merda na cabeça e argumento nenhum nas ideias.

Muitos dos meus amigos pessoais e até uns poucos que conheci por essas bandas da internet conhecem meu perfil real, e qualquer um pode afirmar que não existe nada de interessante na minha vida que diga respeito ou deva ser exposto a quem não me conhece. Prefiro as coisas desta maneira, quem gostar gostou e quem não gostar que pegue o caminho da roça, já que não bato na porta da casa de ninguém como Testemunha de Jeová querendo empurrar meus pensamentos goela abaixo de quem quer que seja. Ferramentas para bloquear minhas postagens é o que não faltam por ai. Agora se alguém discorda de algo que eu digo, ou mesmo da totalidade de qualquer ideia minha, eu, apesar de não exigir a identificação, exijo sim pelo menos respeito no dialogo e nos questionamentos, já que qualquer um pode ver que nunca me neguei a conversar de maneira amistosa com qualquer um que tenha se colocado contra meus argumentos de maneira minimamente educada. Caso eu falte com este mesmo respeito em minhas respostas (já que nos textos em si me dou a liberdade de escrever da maneira que me vem à mente, logo, como já disse, muitas vezes muito esculachada) peço que me alertem deste fato, pois apesar de procurar não agir desta mesma maneira tenho a consciência de que também não sou perfeito e posso sim errar em algum momento, me excedendo em minhas palavras.

Com certeza vai existir quem diga que este post não passa de um mimimi chorão, mas realmente a intenção não é essa, pois eu poderia simplesmente ignorar os comentários ruins e seguir minhas postagens normalmente.

O objetivo maior é realmente fazer você, leitor, pensar duas vezes e se autocriticar quando sentir a vontade de dar uma de fodão em comentários internet à fora , pois esse ato além de não levar ninguém à lugar nenhum ainda torna o caráter do praticante cada vez mas lixoso, odioso e desagradável aos outros.




Sem mais.
De seu Lorde, Senhor e Majestade Imperial
Tirano

Curta a pagina do TYRANT no FACEBOOK:
http://www.facebook.com/blogdotirano

8 comentários:

  1. Que bom que voltou com os textos Tirano. Um abraço e parabéns por este último

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, agradeço a atenção ! Volte sempre pra ler e comentar !
      Abraço !

      Excluir
    2. Olá meu amigo, bom saber que ainda existem pessoas que pensam neste país. Quando leio algum texto seu, me sinto inspirado a escrever novamente mas, depois de um episódio anos atrás onde fui obrigado a ficar calado para não ser processado, acabei desistindo de escrever. Eu tinha um blog, chamado hipócrita e hipocondríaco, onde eu simplesmente descia o porrete na sociedade moderna, levantando todos os podres sem dó nem piedade. No fim, quando recebi a intimação judicial em casa foi triste e me vi obrigado a ficar calado. Quem sabe um dia eu retorne. Grande abraço e sucesso.

      Excluir
  2. Como não tenho conta em youtube, facebook ou twitter e vivo da maneira mais isolada possível, nunca faço comentários em qualquer lugar que seja nessa maldita rede. Mas vou abrir uma exceção aqui.

    Seus textos são ótimos rapaz, daqueles que quando se esta puto da vida é só ler e dar risadas dizendo "é isso mesmo!". Em especial o texto sobre Inversão dos Valores e o pequeno do Dia dos Homens, simplesmente foda.

    Bom trabalho o/

    ResponderExcluir
  3. Tirano, teu estilo de escrita é notavelmente parecido com Bukowski...Seria uma influência? Go, Johnny go!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade nunca li nada de Bukowski, mas fiquei curioso agora hahaha !

      Excluir
  4. Salve, Tirano, Lorde, Senhor e Majestade Imperial

    Comecei a ler o blog na semana retrasada meio que por acaso (nao me lembro mais direito o porque, mas estava pesquisando Sao Miguel no google por algum motivo e achei o texto "A Era do mimimi", em que voce fala de São Mimimiguel das Lágrimas) e gostei bastante do seu jeito direto de escrever.

    Uma pergunta que me ficou depois de ler o texto (talvez voce tenha dito e eu nao tenha sacado) e' que, sendo o mundo da internet um mundo irreal, pois na realidade essas pessoas tendem a nao demonstrar o que pensam, por que nao simplesmente desconsiderar por completo comentarios que nao apresentem logica ou argumentacao convincente?

    Lembrou-me um pouco uma cena do filme 12 homens e uma sentenca (no original, 12 Angry Men, filme de 1957), que apesar de ser decadas antes da internet, ja' servia para demonstrar uma possivel solucao. O jurado Numero 10 comecou a falar um monologo sobre um grupo etnico (porto-riquenhos, se nao me engano) e outros 10 jurados, ao inves de contra-argumentar, simplesmente ficaram quietos e viraram as costas para ele, o ignorando. Um deles, o numero 4, caracterizado no filme como sendo o mais racional, nao da' as costas, mas so' fala uma coisa: "Voce ja' falou e eu ja' ouvi. Nao ha' motivo para repetir porque nao vai me convencer". O jurado Numero 10 acaba ficando sem fala o resto do filme e fica num estado quase catatonico por causa da situacao que ele se colocou.

    Uma posicao a quem nao for um suposto "rambos do teclado" nao seria entao justamente a completamente apatia perante a fala deles ou teria algum problema em desconsiderar os comentarios enfurecidos e cheios de odio?

    Espero que tenha exposto a minha questao de forma coerente,

    Att,
    Anon Ninmus IX, campones e servo

    P.S.: O meu teclado anda com alguns problemas entao nao pude incluir acentos ortograficos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caramba, agora eu TENHO que ver esse filme uhauaha eu ri demais com essa frase "Você já falou e eu já ouvi. Não há motivo para repetir porque não vai me convencer." uahauhauahaauhauahauhauhauahua... vou usar no momento certo !

      Quanto a ignorar os comentários de quem vem causar tumulto aqui, vejo da seguinte forma: primeiro que eu não sou um cara que costuma deixar de passar na cara dos outros quando eles estão sendo escrotos (coisa de ego haha) e segundo que todos que comentam percebem que os comentários só aparecem depois de passar por minha moderação, então se eu resolvesse ignorar os comentários ruins não os publicando e dando as devidas respostas expondo a falta de argumentação as pessoas achariam que eu só deixo passar os elogios na moderação e não aceito as criticas (mesmo que mal feitas como as dos Rambos) com a intenção de me promover. Já apareceu gente aqui discordando de mim, mas souberam discordar e batemos um papo legal, já outros eu mostro que está sendo babaca com uma resposta e deixo claro que o assunto acaba ali.

      Relaxe sobre erros pois mesmo meu teclado funcionando perfeitamente toda vida que leio um texto meu tem algum erro, uahauha !

      Obrigado por seu comentário ! Continue participando e se possível curta a pagina do Facebook pra acompanhar os posts e saber quando saem mais textos !

      Abraço !

      Excluir

*OBSERVAÇÕES SOBRE OS COMENTÁRIOS
-Comente! Sua participação incentiva o autor, e além disso sabemos que você não esta fazendo nada mesmo, né...
-Se for comentar como anônimo crie ao menos um pseudônimo para se identificar no final do comentário.
-Seu comentário será liberado e respondido assim que aprovado.
-Comentários ininteligíveis ou apenas com a intenção de ofender o autor do texto ou algum outro comentador serão ignorados. Nem tente.
-Os comentários e opiniões são de total responsabilidade de quem os postou. Tenha moderação e educação para não se foder depois.
-Lembre-se que vivemos na era do mimimi e do "Vou te processar!".