A RAZÃO IRRACIONAL

 Quem não gosta de ter razão ?

Não falo da razão lógica, aquela usada para encontrar a verdade. Falo daquela que conforta nosso ego. 

Quem aqui dispensaria sair seguro, vitorioso e orgulhoso de ter se dado bem em alguma situação onde supostamente estava com a razão, ou seja, estava certo, ao contrário de algum outro alguém que estava errado ? É sobre essa razão, o sentimento de "bem estar" e a estranha busca incessante por ela que ando pensando nos últimos tempos e decidi vir até aqui articular hoje. Esses pensamentos já são antigos e sempre os deixo de lado em detrimento de outros mais urgentes, mas devido a alguns fatos ocorridos nos últimos dias decidi escrever sobre isso, mesmo sem saber se chegaremos a alguma conclusão.

Como exemplo vou utilizar o fato mais simples ocorrido:

Um dia desses estava dirigindo meu carro e no banco do passageiro vinha comigo um amigo meu. Conversa vai, conversa vem, em determinado momento após cruzar um viaduto existente em um caminho corriqueiro eu tive a necessidade de fazer uma curva que me faria entrar em uma espécie de avenida. Haviam cones nas laterais da curva que garantiam que eu sairia diretamente na primeira faixa da esquerda dessa avenida, pois as outras faixas já eram dominadas por outros veículos que já transitavam em reta ao longo dela, portanto com uma velocidade já bem avançada. Reduzi a velocidade e dei uma olhada antes de terminar a curva para me assegurar que realmente poderia entra com segurança. Eis que observando meu comportamento de desacelerar o veículo e observar, meu amigo fala:


"Aff, pra que diminuir a velocidade ?  A Preferência é sua, pode entrar !"


Retruquei

"Ué, diminuí pra entrar mais devagar, não estou querendo bater o carro hoje."

Ai então veio o curioso comentário dele

"Que mané bater, você tá com a RAZÃO, tem que entrar de vez, se alguém bater em você tem que pagar pois está errado..."

Ainda tentei convencer ele de que eu até poderia estar com a razão, mas preferia evitar alguma batida, pois mesmo que o suposto culpado pagasse eu teria muita dor de cabeça tendo que deixar o carro na funilaria e etc... mas ele não cedeu em sua tal RAZÃO.

"Eu não tô nem ai, se eu to na preferência eu jogo o carro mesmo, tô na minha RAZÃO!"

Então vendo que ele simplesmente não queria compreender meu ponto de vista dei o golpe que finalizaria a conversa:

"Então faz o seguinte, continua fazendo isso que quando uma carreta te pegar no meio e te jogar longe você vai morrer mas pelo menos vai estar com a razão né ?

Depois disso ele desconversou, disse que eu não deveria falar na morte, que só penso em acidente dele e bla bla bla...

APOSTO QUE SE PERGUNTAR TODO MUNDO TINHA RAZÃO NESSE ACIDENTE

Quando voltei pra casa me vi pensando muito naquele pequeno trecho da nossa conversa, em como ele queria de todas as formas, mesmo que banais, argumentar contra minha maneira de pensar somente para demonstrar que ele tinha razão no que falava e no comportamento que ele apoiava em relação ao transito. Pensei principalmente em como a teimosia dele em negar que eu estava com a RAZÃO naquele momento também me irritou um pouco...

As vezes parece que não só ele, como eu e a maioria das pessoas tem uma sede tremenda de ter razão. Não só em casos como esse que foi simples, mas em disputas, brigas, em casa, no trabalho, na rua, no ônibus e em todo lugar. 

Ninguém quer estar errado. 
Ninguém.

E é obvio que esse embate de ideias em relação quem detêm a razão só pode dar muita merda as vezes né ?

Quem aqui nunca viu uma briga de bairro, daquelas em que vizinhas se engalfinham em batalhas medievais no meio da rua, rolam no asfalto, gritam xingam, ameaçam de jogar aguá uma na outra com a mangueira e no final é obrigado o comparecimento dos maridos das jaguatiricas para apaziguar a situação ou quem sabe até mesmo a presença de alguma viatura de policia ?

Geralmente é por motivo banal não é mesmo ?
Ou o filho de uma tomou a bicicleta do filho da outra, ou o som de uma que tava ouvindo Roberto Carlos tava muito alto e não deixava a outra dormir, ou o cachorro de uma que não parava de latir e estava incomodando a outra, etc, etc, etc...

Mas a meu ver para que uma briga épica desse tipo se instaure o motivo não é necessariamente o incomodo que uma esteja causando a outra, mas sim a RAZÃO. A partir do momento em que uma vai reclamar com a outra se sentindo cheia dos direitos e da razão a outra reage na mesma medida achando que também tem sua razão, e ai meus camaradas, o circo tá armado.

Essa situação ai das tias de bairro é a uma das mais simples e comuns, existem milhares de histórias assim que acabam até em tiro e morte, e não são nada engraçadas.

Voltando a falar de transito, ontem mesmo um cara estava buzinando atrás do meu carro querendo sair de um congestionamento em que estávamos e quando passou ao lado da minha janela gesticulou e falou alguma coisa que não compreendi, com uma cara de raiva. Eu apenas olhei pra ele e disse "Já passou ? então vaza..." e ele foi embora de cara feia, mas poderia ser algum maloqueiro desses que andam armados e BLAM ! nem aqui eu estaria mais escrevendo isso...

Falando em armas é justamente por isso que certa vez eu fui contra a liberação do porte de armas para civís no Brasil. Imaginem uma população ignorante como a nossa, cheia de analfabetos funcionais, cheia de problemas e principalmente formada por uma população CHEIA DE QUERER TER RAZÃO EM TUDO, mesmo sem ter nenhuma na maioria das vezes, portando armas ?

Bastaria um pisão no pé de alguém para ir tudo pelos ares !

OLHA A MERDA FEITA...


Vai faltar defunto pra tanto tiro.

Já ouvi historia de idoso que foi espancado por ralar no carro de Bad Boys, de Motoqueiro que meteu o pé no retrovisor do carro dos outros por raiva de uma fechada e depois puxou um arma da jaqueta... tanta besteira que acontece que vivemos em um mundo que é mais cauteloso aquele que pede desculpa mesmo não estando errado.

Mas esse cara que pede desculpas ou então deixa a situação por isso mesmo é, na maioria das vezes, taxado como trouxa, mole, cusão e etc pelos "espectadores" que assistem ao conflito. Ou seja, a pressão para que exista um embate vem muitas vezes até de quem nem tem nada a ver com o ocorrido, e por medo de se passar por trouxa uma pessoa pode levar uma briga até as ultimas consequências.

Eu mesmo me pego entrando em "tretas" que poderiam ser resolvidas pacificamente se um dos lados da questão abrisse mão de ter a razão. Na maioria das vezes eu me lembro disso e tento arranjar formas alternativas de resolver a questão sem discussões violentas, apenas deixo esse tipo de coisa somente para quando não houver outra saída que faça com que eu não saia muito prejudicado, mas volto a repetir, que até mesmo eu que estou escrevendo isso sou vitima da minha própria vontade de ter razão.

Ter razão parece algum tipo de prêmio, uma medalha que ganhamos não é mesmo ?
É uma satisfação enorme, mesmo que você não admita.

Existe gente que não percebe, mas na maioria das vezes é perceptível quando alguém reconhece que não está certo em determinada questão mas mesmo assim continua defendendo sua forma de pensar com unhas e dentes até a morte só pra não dar o braço a torcer.

Já ouvi gente dizer
"Nunca na minha vida vou pedir desculpas pra alguém, mesmo que eu esteja errado, não volto atrás !"

Não é o cúmulo da ignorância ?

Não cheguei ainda a nenhuma conclusão do motivo pelo qual somos assim tão cheios de querer ter razão em tudo. Deve ser algo evolutivo, de querer proteger a sí e a seus interesses particulares em detrimento da lógica e até mesmo da ética que se deve ter em uma vida em sociedade.

Sei que ninguém gosta de ser feito de trouxa, de ser humilhado, rebaixado ou algo do tipo, nem muito menos estou querendo dizer que alguém deva fazer algo do tipo, pois nem mesmo eu faço, mas é um caso a se pensar, e se pelo menos uma vez ao entrar em algum confronto você lembrar que leu esse texto e pensar duas vezes antes de fazer ou dizer uma besteira sem retorno eu acho que meu trabalho aqui já valeu a pena.


Como sempre antes de terminar o texto faço aquele velho apelo, mas dessa vez de uma forma mais direta:

NÃO SEJAM ESCROTOS ! 
PENSEM !
NÃO SEJAM DONAS FLORINDAS !




Sem mais
De seu agora Lorde, Senhor e Portador da Razão Universal Suprema
TIRANO


15 comentários:

  1. Concordo. Nos EUA qualquer um pode andar armado, mas quem quiser que tire a vida de outro em briga de trânsito: é cadeira elétrica ou perpétua, a depender do estado.
    No Brasil, onde 90% dos homicídios ficam impunes, liberar geral o porte de arma vai gerar uma guerra de todos contra todos.

    ResponderExcluir
  2. Sou bem assim quando tenho uma opinião não abro mão pois argumento, os outros geralmente não, então quase sempre acaba em confusão (verbal), mas to me policiando e até abrindo mão as vezes mesmo estando certo. texto Perfeito, muito bem elaborado, Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se policiar é o principal !
      Valeu !

      Excluir
    2. Concordo. Texto perfeito, muito bom, sobretudo para reflexão ... acho que todos nós, de uma certa maneira, em menor ou menor grau, temos esta tendência sobre ter razão. Mas abrir mão disso muitas vezes evita o pior, como o exemplo que foi dado no texto, sobre trânsito. Quantas vezes estamos de fato, certos, mas para evitar que um ser estúpido e bestializado faça uma tragédia (pois sabe que acabará impune), simplesmente "deixamos pra lá ..." Penso ainda mais: "um dia esse imbecil vai encontrar o dele" ...
      Pior que encontra ... hehehe
      Parabéns pelo Blog Tirano ! Ótimas postagens !

      Excluir
  3. De jeito nenhum...tem q baixar a porrada mermo, pois o brasileiro so etende se for assim!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como já disse não posso negar que as vezes, de cabeça quente, também penso assim haha !

      Excluir
  4. Ótimo texto! Parabéns!
    Mas colocarei aqui um contra ponto saudável para refletirmos...

    "ha pessoas que mantem uma opinião, não por estarem certos, mas simplesmente por esta ser sua".

    Não tenho certeza ainda se a motivação por estes conflitos, brigas e discussões que os seres humanos geralmente tem, é pela sensação de se sentirem certos em detrimento dos outros que, para ele, estão errados. Mas sim por esta opinião ser dele. Mesmo que não seja de fato, este se sentirá dono, propagador ou defensor de tal opinião, conceito, ideologia, modo de viver e etc...
    O propagador, quando defende ou propaga uma ideia, ele o faz não por achar que ele esta certo em detrimento do outro que está errado, na visão dele. Mas ele age pela sensação de que sua opinião, ideologia, mode de ver o mundo e etc. é melhor do que a dos terceiros. Acho que aqui está o X da questão. Em minhas observações vejo que não se trata de: "Eu estou certo, to no meu direito, portanto você está errado. Mas sim de: "A minha opinião é a melhor, portanto a sua é a pior. Se trata de algo como: " Sou eu contra você" " A minha contra a sua".

    Acho que é a sensação de superioridade que move tais bestas travestidos de seres humanos, ou seja, 99% do população. O ser humano, egoísta como é, busca sempre se sentir melhor do que os terceiros. Ao defender uma opinião, ponto de vista, modo de viver, eles o fazem buscando se sentirem melhores ou superiores aos terceiros. Este, ao dizer que está com a razão, ao meu ver não passa de um subterfúgio para validar e defender seu ponto de vista opinião e etc. e atacar o ponto de vista e opinião de seu semelhante. Em minhas observações, ao dizer que ele possui a razão, por tanto o outro não, é simplesmente um mode de atacar a opinião de terceiros para se sentir superior, se sentir melhor.
    A razão é o meio. Mas a busca pela sensação de superioridade é o final.

    Um exemplo disso é o famoso embate entre Cristãos VS Ateus. A disputa aqui não é para saberem quem está certo ou errado, quem é detentor da razão e quem não o é. Uma simples observação nos argumentos de ambos prova isso.
    O embate aqui, é para mostrar quem possui a melhor crença e quem possui a pior. Quem é superior e quem é inferior.
    E se observar analiticamente, observará que as outras brigas, embates e etc não passam de uma variação deste.

    Que fique claro aqui que eu, ao expor minha crítica sobre este comportamento irracional dos seres humanos em querer defender suas opiniões simplesmente para se sentirem superiores e melhores que os terceiros, e não por ele mesmo estar certo ou pela razão em si, não estou defendendo o relativismo nem dando base para o politicamente correto. É evidente que existem opiniões melhores em detrimento de outras.

    VeltMid.

    ResponderExcluir
  5. Isso deve ser biológico, temos um "Q" de prazer ao vencermos a discussão homérica se é "pedra ou pau"
    Piadinha...olhando a foto, além da briga, vendo com calma, o rapaz em primeiro plano de costas, ao ver a coisa ficar preta, foi socorrer o que era importante, a cerva e um copo pra ver o circo pegar fogo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha !
      Cerveja, mulheres,crianças e idosos primeiro !

      Excluir
    2. Esse era o único que tinha razão no meio dessa briga.

      Excluir
  6. Realmente,
    Já podemos perceber isso nos próprios comentários... triste.
    Sou evangélico e sigo a REAL, uma menina, esses dias mesmo disse que gostava de mim mas que não queria seguir a doutrina evangélica pq bla bla bla e mais um monte de filosofias, eu somplesmente respondi: "Ok, respeito seus sentimentos e opiniões." E Simplesmente SUMI!
    Um homem honrado e temente a Deus deve agir assim!

    ResponderExcluir
  7. Prezado tirano, por favor, queira me explicar.

    Que raio de razão é essa, que todos querem ter, com o puro e simples objetivo de impor e seu ponto de vista, sem se importar com os dos outros????

    Porque esse tipo de "razão", a meu ver, não me para NADA racional, e nem ao menos lógico.

    ResponderExcluir

*OBSERVAÇÕES SOBRE OS COMENTÁRIOS
-Comente! Sua participação incentiva o autor, e além disso sabemos que você não esta fazendo nada mesmo, né...
-Se for comentar como anônimo crie ao menos um pseudônimo para se identificar no final do comentário.
-Seu comentário será liberado e respondido assim que aprovado.
-Comentários ininteligíveis ou apenas com a intenção de ofender o autor do texto ou algum outro comentador serão ignorados. Nem tente.
-Os comentários e opiniões são de total responsabilidade de quem os postou. Tenha moderação e educação para não se foder depois.
-Lembre-se que vivemos na era do mimimi e do "Vou te processar!".